uma matéria que vale a pena ser assistida na tv comercial brasileira (*), ou nem tanto.

(*) claro que se o concessionário da TV (um tal “bispo” Macedo – por favor, não ria) fosse o empresário focado, nada disso teria vindo a público. e o jornalista, coitado, tem que trabalhar para o “empresário da fé”, juntamente com outros que querem posar de éticos trabalhando numa empresa de comunicação vagabunda. (Pensa-se: por que esses caras são tão acomodados, por que não saem pelo Brasil ou pelo mundo fazendo reportagens que provoquem, que incitem, que produzam reação, que mudem uma realidade? Por que não vemos brasileiros em trabalhos “sem fronteiras”?)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: